QUADRANTE conclui trabalhos na futura subestação de Pegões

A Quadrante, especialista na prestação de serviços de Engenharia e Consultoria, é responsável pelo desenvolvimento de todos os projectos de construção civil da futura Subestação de Pegões, bem como as obras adjacentes ao projecto, como estrada de acesso e integração paisagística.

A Quadrante, especialista na prestação de serviços de Engenharia e Consultoria, é responsável pelo desenvolvimento de todos os projectos de construção civil da futura Subestação de Pegões, bem como as obras adjacentes ao projecto, como estrada de acesso e integração paisagística.
A informação é avançada pela companhia fundada por João Silveira Costa, Nuno País Costa, Nuno Batista Martins e
Tiago Miguel Paiva Pais Costa que, em comunicado, salienta que a plataforma da Subestação de Pegões terá uma área total com cerca de 47.200 m². Na envolvente a integração paisagística irá contar com uma área de intervenção de aproximadamente 90.000 m², e será ainda construída uma estrada de acesso com cerca de 2.700 m de extensão.
A Subestação de Pegões, cuja entrada em serviço está prevista para Setembro de 2018, será constituída, na fase inicial, por um Posto de Seccionamento de 400 kV, sem transformadores e sem o nível de tensão de 60 kV. A sua construção irá permitir o fecho do eixo a 400 kV da Beira Interior-Falagueira-Estremoz- (Divor) – Pegões – com o já existente eixo no litoral, também a 400 kV, entre as subestações de Sines e Palmela e a zona da Grande Lisboa.
Segundo a Quadrante, esta subestação irá permitir aumentar a segurança e garantia de continuidade de serviço da RNT na zona sul do país, em particular na ocorrência de cenários com reduzida produção a sul de Portugal continental, ou a perda súbita de montantes elevados de produção nesta área de rede.
A configuração final da subestação comporta um total de 29 painéis, distribuídos em seis módulos de disjuntor e meio (400kV) compostos por oito painéis de linha, 4 painéis de transformador 400/63kV – 170MVA e um painel de TT/ST, além de 60 mil volts distribuídos por 10 painéis de linha, quatro painéis de transformador 400/63kV – 170MVA, dois painéis de bateria de condensador até 50Mvar e um painel de IB/TT/ST.
Para Nuno Martins, responsável pela Área de Industria e Energia e administrador da Quadrante, “este projecto vem provar que apesar de estarmos presentes lá fora, contando com um número significativo de projectos, Portugal não nos é indiferente, antes pelo contrário. É para nós muito importante continuar a desenvolver projectos no nosso país, onde adquirimos os conhecimentos e experiência que suportou o nosso processo de internacionalização, e por considerarmos o mercado muito interessante. O nosso envolvimento em todo o projecto da subestação de Pegões vem provar mais uma vez a nossa dimensão enquanto consultora de engenharia, e que conseguimos abraçar projectos de
qualquer magnitude, inseridos nele uma grande diversidade de especialidades, como neste caso.”

Fonte: Jornal Construir